terça-feira, 13 de setembro de 2011

Literatura Democrática

(Dhiogo Caetano)

LITERATURA DEMOCRÁTICA



         Na atualidade podemos encontrar inúmeros espaços editoriais e virtuais que promovem a integração de projetos de incentivo à leitura, e a inclusão literária de forma mais abrangente. Com o intuito de gerar oportunidade de desenvolvimento cultural e inclusão de escritores no mercado editorial, seja no território nacional ou internacional.
         Estes espaços na rede possibilitam a realização de um manifesto de inclusão literária, realizada por inúmeros autores do mundo que corroboram para a valorização da escrita e da leitura.
         Hoje, são muitos que interessam em construir um mundo melhor através da escrita, são vários os escritores que se lançam neste universo das letras, visando encontrar parceiros sensíveis e voluntariosos para formar uma rede de colaboradores.
         O projeto traçado por estes colaboradores esta voltado para uma literatura analítica e profundamente crítica da realidade, onde se pode encontrar a diversidade dos gêneros e estilos, o qual se fecunda em âmbito de lirismo, arte e sociedade.
         Educação, arte, liberdade e expressão são importantes armas que podem mudar o rumo do nosso país e do mundo, rompendo com as mazelas e com a excessiva manipulação e exploração da massa. Nas margens da sociedade estão os “bestializados”, os esquecidos, os excluídos pelo sistema; aqueles que não lêem, porque não tem acesso a este mundo mágico e transformador que é a literatura.
         Hoje no século XXI nós amantes das letras podemos encontrar apoio em inúmeros projetos literários com: Portal Literal, Overmundo, Canto dos escritores, Canto das letras, Escritores Livres, Revista Partes, Nova Coletânea, YouTube, WebArtigos, Poetas Livres, Mandio Editorial, e outros.
         Portanto, precisamos fundamentalizar uma literatura democrática, um espaço pra todos e assim difundir a literatura de forma homogenia sobre o Brasil e todo o restante do globo.

2 comentários: