quarta-feira, 20 de maio de 2015

Os Malditos, ou These are the damned

Os malditos, filme de Joseph Losey de 1963, conta a história de um turista americano, de um líder de uma gangue e da irmã dele, os três acabam presos num complexo secreto do governo americano que faz experiências com crianças, tornando-as radioativas para poderem sobreviver depois que um desastre nuclear acabar com toda a terra e matar todas as pessoas.

Elas vão ser, simbolicamente, adão e eva do mundo pós-apocalíptico. O filme é uma parábola sobre a paranóia atômica, o medo de que as super-potências iriam acabar destruindo o planeta com uso de armas nucleares na guerra fria.  É um filme que demora a engrenar, mas, possui uma mensagem que é válida até hoje, posto que desde 1963 as formas de se destruir a humanidade parece apenas se proliferar.

O fim tem a melhor parte do filme, crianças pedindo socorro, um gesto simbólico e tocante. Mesmo em pleno século XXI as crianças continuam pedindo socorro. É, de fato, um clássico da ficção científica. Super recomendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário