segunda-feira, 4 de maio de 2015

Febril

Eu queria escrever a mais bela
De todas as poesias de amor
Só por que você me pediu
Queria te dar umas quinhentas estrelas
E planetas uns mil
Queria explicar de forma simples
Que sinto uma paixão febril.

Uma lágrima incomoda
Ao descer sem pedir licença
E meu coração
Inexperiente nesses assuntos
Acelera como se apenas isso
Bastasse para dizer
Com todas as letras
Que no meu céu
Só existe uma estrela
Como se apenas isso bastasse
Para dizer tudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário