quarta-feira, 29 de abril de 2015

Poe-Dia

Quero escrever poesia
Co'um Deus escreve os dias
E que a poeira ou a tristeza
Não escondam a alegria do meu dia.

Com'um poeta se debatendo co'uma rima
Meus problemas são desafios com'uns
Tão com'uns com'o as dúvidas
Com'uns com'o as dívidas
Que sempre temos
Com'a vida.

Quero escrever uma ode
Que rejeite co'um grito
Ou do jeito que pode
A insânia e'a futilidade
De entregar nossa vida, nosso rumo
Ao destino para colocá-lá no prumo.

Minha ode
Que nascerá co'um espasmo
Ou do jeito que pode
É um dia poético
Co'um P de profético
Com'um dia escrevendo um poeta
E não o cont'rário
Eu
Mesmo
Tendo
Nascido
Ontem
Pres'cindindo
Maiakóvski.

Nenhum comentário:

Postar um comentário