quinta-feira, 28 de junho de 2012

Ray Bradbury


No dia 06 deste mês morreu nos Estados Unidos, aos 91 anos, o escritor Ray Bradbury, um mestre da ficção científica. Este foi um acontecimento muito triste para todos os amantes da boa e velha ficção científica. Fiquei tão triste o dia inteiro que parecia que eu havia perdido um parente próximo. Depois eu cheguei a me envergonhar por isso, mas... Na verdade, ele era um dos últimos grandes mestres do gênero.  O tom poético das suas mais de 500 obras ajudou a tornar a ficção cientifica mais respeitada dentro da literatura.

A lenda, e também o prefácio do livro, diz que ele foi escrito por Ray Bradbury em um dos porões da universidade da Califórnia, e que ele pagava dez centavos para usar a máquina de escrever por meia hora. Nove dias depois terminou seu livro mais famoso.

Eu tenho a edição de bolso deste livro. Custou apenas R$ 19,90. Foi o dinheiro mais bem gasto da minha vida. No livro, é proibido ler livros, mas disso todo mundo já sabe, mas o que é mais difícil de saber é que não apenas a história em sí, mas a forma que ela é contada é espetacular. Assim que terminei sua leitura comprei outro livro de Bradbury, "As Crônicas Marcianas". Qualquer coisa que eu escreva sobre este livro sempre será uma grande injustiça. Tudo o que posso dizer é que este livro precisa ser lido.

Ainda não li mais nenhuma obra de Bradbury, mas vou procurar com a certeza de que será uma leitura maravilhosa. É 100% garantido!


"Fahrenheit 451" virou best seller e filme do cineasta francês François Truffaut. Semana passada assisti ao filme no Youtube. O endereço do vídeo é : http://www.youtube.com/watch?v=ZriW3CPU9G4
Procurei mas não achei ainda alguma coisa sobre crônicas marcianas no Youtube, caso encontre algum vídeo legal vou passar o endereço.




Nenhum comentário:

Postar um comentário