sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

CÉLEBRE PASSADO FUTURO

(Dhiogo Caetano) 



Por anos vivi em Uruana.
Nasce e lá  me criei.
Por isso sou goiano, uruanense: olá o sotaque.
Ruas estreitas onde posso avista as carroças e carroções.
Minha pequena cidade, a terra que nos alimenta.
Em um passeio poético o encontro de Dona Ana e o rio Uru.
Eternamente Uruana.
A nossa volta a natura, uma magia que paralisa o trabalho.
Vem de Uruana, de suas grandes festas de setembro o tradicional cultivo da melancia.
Com desejo de agradecer, que venho a escrever, sobre esta terra que tudo que planta dá.
De Uruana trago os produtos da terra, que ora te ofereço.
Desta cultura agrária a emoção do homem do campo, que planta e colhe com suas próprias mãos, os frutos que esta santa terra nos há de contemplar.
Pequena cidade, mas a capital nacional da melancia.
Ta vendo as casinhas da avenida, nelas a história e um passado futuro.
Aqui fui feliz, simples e goiano.
Hoje sou artista, historiador, professor e escritor.
Uruana é  apenas uma imagem grava na memória.
Mas sinto saudades.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário