sábado, 10 de dezembro de 2011

Agnela... Em conflito...

(Dhiogo Caetano)


Escolhi o pecado...
Encolheste-me!
Em mim mesma...
Aprisionada!
Subjugada!
Nego o meu ser!
Já não sei quem sou...
Será que tenho vida?
Vida...
Penso que existo...
Mas em outras dimensões e existências.
Corro de olhos fechados.
Nada quero ver!
Quero fugir de todos e de tudo...
De mim mesma...
Escolhi o pecado...
Devora-me!
Mas com quem, irei confessar?
Se nada existe!
Correr é  o melhor a fazer!
Esconder de mim mesma.
De todos!
Na agonia morrerei.
Mas há  vida?
Já estou morta?
Nada sei e nada saberei...
Esconda-me daquele santo!
Divino simplesmente divino. 
Símbolo do amor...
Mas o que é  amar?
Que sou eu?
Estou escondida no nada de um tudo a minha volta.
Finjo estar viva...
Em um mundo só me...
Esqueço que escolhi o pecado!
Nego o santo, divino, amor...
Não sei quem sou eu!

Nenhum comentário:

Postar um comentário