terça-feira, 29 de maio de 2012

SAMAMBAIA VERDE SAMAMBAIA


(Dhiogo Caetano)


Em suas longas folhas, uma longa história pra contar.
Uma planta, uma herança da minha avó.
Há mais de cinquenta anos, a sua beleza verde encanta a nossa casa.
Trazendo esperança no desenrolar de suas folhas.
De forma plena ela encanta...
Nela a lembrança de um passado ainda presente.
Ontem a minha amada avó cultivava a linda samambaia.
Hoje sou o guardião da verde samambaia.
Simplesmente uma planta, mas um elemento da família...
Em suas folhas rabo de peixe se eterniza a vida...
A memória tornasse sempre presente.
O passado é constantemente revivido no desenrolar de suas longas folhas.
Mas no contexto não podemos esquecer que estamos falando de uma simples samambaia.
Uma planta que traz o verde como elemento principal da sua consagração.
Nossa samambaia!
Lembrança, passado, vida, presente, memória e uma linda história.
Nossa história eternizada naquelas longas folhas verdes.
Samambaia verdemente samambaia...

2 comentários:

  1. Linda descrição que o amigo faz de uma samambaia com sua avó. Excelente trabalho poético!

    ResponderExcluir
  2. Interessante, também relaciono samambaias com senhoras idosas. avós de minhas amigas. pq será?

    Patricia Cattani

    ResponderExcluir