quarta-feira, 16 de maio de 2012

Herói Anacrônico

(A. Lessa)



Deixei de acreditar na vida,
Porque sou herói.
No meu corpo só há feridas
Por que não sou playboy?
Só quero viver!
Só quero poder crer!
Acho que tenho problema de vista...

Deixei de acreditar em Marx,
Porque sou herói.
O trabalho não reflete, e tome fax...
Eu queria ler Tolstoi
Só quero trabalhar!
Só quero poder entrar!
Acho que é a roupa que não combina...

Apesar de toda seca
Não deixei de acreditar.

Seu doutor me dê uma pista
Sou herói, não sou farrista
Dê carícias e eu lhe dou a
Represa...

Num planeta bem-dotado
Continuo mal pago
Esperando um alvo entrar
Em cena...

Nenhum comentário:

Postar um comentário