quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Renovo

Um homem nunca mais será o mesmo
Após uma poesia.
Sairá modificado
Quer ela seja boa,
Quer seja ruim.
Sairá mudado,
Renovado,
Limpinho
E com cheirinho bom
De bom ar heraclizado...

No vir e no devir
Colocado no devido lugar
A poesia encanta
Quando nasce
De onde nascem os sentimentos,
Num choro barulhento,
Estridente e violento,
Que só o poeta ouve,
Botando a pena para traduzir
O poético lamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário